sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Sou "dura" não vou conseguir fazer dança do ventre!



Sempre me deparo com alunas iniciantes e até não alunas que têm vontade de fazer minha aula e desistem ou ficam desmotivadas com o próprio desempenho perante a dança.

Costumo dizer que na minha aula as meninas usam músculos e executam movimentos que elas nem imaginavam que eram possíveis de existir e de serem realizados. Sendo assim, como você pode querer que seja fácil? Como você quer executar uma coisa nova de um dia para o outro e acertar com perfeição?

Todas nós no início eramos "duras"!

A dança como qualquer outra coisa na vida exige treino e dedicação, não vou te enganar e falar que  é a dança mais fácil do mundo porque realmente não é, porém pelo nível de dificuldade, cada passo alcançado vejo no rosto das meninas a carinha de satisfação e de dever cumprido! Não tem sensação melhor que pensar que era impossível e realizar assim, como num passe de mágica!

Ouvi um dia de uma professora e isso nunca mais saiu da minha cabeça, ela me disse: você conseguiu andar com um ano de vida, sozinha, pensa na dificuldade do equilíbrio, na dificuldade de sair do chão, em quantas vezes você caiu! E hoje você está aí em pé e dançando!

Resumindo, se permita experimentar antes de já decidir que é "dura" de mais ou que não leva jeito! A dança transforma!


Uma bjka e boa aula!






Nenhum comentário:

Postar um comentário