quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

O que você tem feito pra cuidar da fêmea que existe dentro de você?



Menina, Mocinha, Mulher.

Fêmea: Substantivo feminino, animal do sexo feminino, pop. Mulher 

Feminino: Que se refere à mulher ou a ela em particular. Que se refere à fêmea, próprio da fêmea.

Feminilidade: Características, particularidades ou estado particular da mulher, comportamento feminino, feminidade.  

Com essas definições questiono você leitora- O que você tem feito pra cuidar da fêmea que existe dentro de você? 

Dentro de você mulher moderna e engajada existe o mais primitivo do humano, o extinto primordial de sobrevivência que nos impulsiona para essa fêmea muitas vezes adormecida. 

Sim, adormecida, por que todas nós a possuímos! Por mais que você mulher tenha planejado não ter filhos, nunca se desmanchou ao ver um bebê sorridente? Depois daquele dia de trabalho intenso e desgastante nunca se vestiu com o melhor vestido e salto fino pra aquele convite de jantar inesperado? Por mais que você tenha um destino certo pra aquele dinheiro, não parou por um momento na lojinha de cosméticos e ficou em duvida se levaria o batom rosa ou o vermelho?

Não estou aqui tentando levantar uma bandeira contra o Feminismo e dizer que temos que voltar a época em que mulheres não votavam, longe de mim! Estou aqui tentando explanar como a rotina moderna acaba abafando o que existe de natural em nós, e como isso deve ser vivido e experienciado para que o seu desenvolvimento pessoal aconteça.

Ser feminina ou entrar em contato com a sua feminilidade não te torna menos corajosa ou destemida, se é assim que você quer ser vista. Mulheres modernas conseguem dar conta de uma rotina do muito melhor que um binessman daria, então por que não encaixar dentro da sua rotina um momento para você? 

Entrar em contato com o seu interior mais primitivo e muitas vezes retraído pode te trazer a resposta pra uma dificuldade dentro da sua rotina moderna.

  Perdi as contas de quantas vezes eu ouvi de amigas e conhecidas a frase “eu não sou menininha”, eu mesma já a disse inúmeras vezes! Mas essa menininha consegue passar por caminhos, destroços ou ate mesmo fendas obscuras que uma mulher feita não conseguiria passar nem o pé.

Para algumas coisas na vida o seguir em frente significa dar um passo atrás, alguns dizem que pra tomar impulso eu prefiro acreditar que é pra aprender a suportar o que você vai encontrar pela frente. E a resposta nunca estará no destemido futuro que se abre e lhe da mil e duas possibilidades por minuto, mas sim no passo anterior a aquele momento de escolha.

Seguir é sempre mais confortável do que rever, amadurecer pra depois seguir, doe menos! Mas quão prazeroso será quando tudo aquilo que te afligia for acomodado e entendido? E ai esse ir a frente não for só por impulso, mas um passo tão firme que até a poeira que se formou pelo tempo da espera se levante? Ai a sua frente não se abrirá mil e duas possibilidades, mas sim um único caminho a ser seguido com confiança! E ai esta a mulher destemida e confiante que você queria que todos vissem!

Por isso no dia de hoje não ignore o chamado da sua fêmea, é o que você precisa pra se transformar, ou para seguir, para aprender, amadurecer... viu? As possibilidades ainda são infinitas! 

Que tal mexer no cabelo? Fazer as unhas? Trocar o gloss pelo batom? Começar a dançar?Tudo ao seu alcance, e no final do dia você verá que não virou uma menininha, mas conheceu um pouco mais de si própria!

Até a próxima Dancers!

Pamela Leonardo


Nenhum comentário:

Postar um comentário